Medicina Tradicional Chinesa

sb-base-medicina-tradicional-chinesa-tao.jpg

O verdadeiro conhecimento da Medicina Tradicional Chinesa vem de uma sabedoria ancestral que reconhecia o Tao como a fonte da vida e o Caminho da existência (Felix Andrews (Floybix)/Wikimedia Commons)

O antigo conhecimento do Tao fundamenta os princípios essenciais da medicina tradicional chinesa.

A base da Medicina Tradicional Chinesa é o Tao

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) tem uma origem muito mais antiga do que a que foi documentada. É dito que o Huang Di Nei Jing   (Cânone de Medicina Interna do Imperador Amarelo), um  dos textos mais antigos e famosos da MTC, existe há mais de 2000 anos; alguns dizem que ele foi escrito há mais de 3000 anos.

Existem muitos outros livros que fundamentam e ensinam os princípios da MTC, tais como o Febre Tifóide, o Sheng Nong Ben Cao Jing (Cânone de Matéria Médica do Lavrador Divino) e outros. A base fundamental presente em todos estes textos para compreender e tratar as doenças é o conceito yin-yang.

Durante a história, por mais de mil anos, sem importar a doença a ser tratada, a medicina chinesa sempre utilizou a sabedoria do princípio yin-yang para tratar doenças.

No mundo contemporâneo, devido ao rápido desenvolvimento da ciência empírica, especialmente no ocidente, as pessoas tentam compreender os princípios fundamentais da MTC –  yin-yangos cinco elementos e outros – como conceitos filosóficos, mas falham em aplicá-los na prática para compreender e tratar as doenças dos pacientes.

Hoje em dia, muitas vezes o aprendizado da MTC inclui apenas aspectos superficiais, que tendem a tratar de forma parcial e pouco profunda a saúde das pessoss: ele se focaliza no tratamento sintomático das doenças e na busca de fármacos que produzam esses efeitos. É por isso que, por exemplo, o ginseng é tão divulgado e procurado pelas pessoas: é mais fácil tratar dos sintomas do estresse, do cansaço e do esgotamento físico/mental, eliminando rapidamente a sensação de fadiga, do que investigar e procurar descobrir os desequilíbrios que a pessoa tem em sua energia vital de acordo com a teoria dos 5 elementos, do yin-yang etc. Por isto, a medicina chinesa dos dias de hoje não é nem remotamente tão boa quanto a praticada em tempos antigos.

Então, qual o fundamento de onde surgiu todo o sistema teórico-terapêutico da Medicina Tradicional Chinesa? É o Tao.

Hoje em dia, as pessoas sabem muito pouco sobre o Tao, a natureza essencial que mantém a vida em equilíbrio dinâmico e de onde derivam as duas energias básicas – yin e yang – que formam e regulam todas as coisas.

Em tempos antigos a natureza humana era boa. Se a palavra Tao fosse mencionada somente uma vez, as pessoas saberiam imediatamente seus significados profundos. As atividades diárias e os comportamentos seguiriam o Tao: seriam feitas boas ações e a Virtude (De) poderia ser acumulada.

As teorias da MTC originaram-se do Tao. Assim, sem estudar seriamente para entender o Tao e os princípio derivados que fundamentam a verdadeira MTC – qi, yin-yang, cinco elementos etc – não é possível praticar uma medicina chinesa realmente eficiente. Se o estudo e o ensino da MTC se desviarem dos princípios do Tao, ela se distorce e vai se tornando cada vez mais superficial e ineficiente. Por isso, se a ciência contemporânea ocidental tentar guiar a MTC através de seus princípios e de suas pesquisas baseadas em sua metodologia científica ocidental, os resultados da aplicação da MTC ficarão muito aquém dos da verdadeira MTC, já que a aplicação terapêutica correta da MTC exige o conhecimento correto e específico de sua própria base filosófica, científica e metodológica.

Uma vez que os princípios yin-yang e os cinco elementos são a manifestação real do Tao (a natureza do universo) nos níveis da Criação, não importa como as coisas se transformem, todas elas originam-se do yin-yang e dos cinco elementos. Como resultado, compreender os desequilíbrios em yin-yang e nos cinco elementos e saber rearmonizá-los de acordo com a natureza do Tao permite que todos os problemas e doenças sejam sanados apropriadamente.

De acordo com a cultura tradicional chinesa, princípios como estes não foram descobertos por seres humanos: eles foram transmitidos aos humanos por seres divinos em diferentes momentos da história humana, como mostram inúmeros escritos ancestrais chineses. É por isto que a medicina chinesa pôde perdurar durante milhares de anos e continua sendo um tesouro para os que realmente buscam seus conhecimentos estando baseados no Tao.

Yi Ming, Epoch Times

Publicado em 07/11/2014 às 1:00 – Atualizado em 05/11/2014 às 15:35. Por em SaúdeMedicina Tradicional Chinesa. Este texto foi retirado integralmente do site Epochtimes.

Curta, siga e compartilhe o Escritos Psicanalíticos também no Facebook FBlogo300 (clique para abrir).

00eu.jpg

Acesse: Eu Tava Aqui Pensando e Escritos Psicanalíticos (clique para abrir).

Anúncios